Ilha Margarida de Budapeste

A experiência top five

Fomos para a Ilha Margarida no meio do Rio Danúbio que nada mais é do que um parque muito agradável com 2,5 km de extensão com saída para o outro lado da cidade.

Ilha Margarida de Budapeste

Fê na Ilha Margarida de Budapeste

Ilha Margarida de Budapeste

Andamos até o outro lado da ilha e pegamos um ônibus para chegarmos ao lugar tão esperado, as Termas Szechenyi.

Banhos nas águas sulfurosas. Fantástico! Estava bem cheio, mas é demais. É uma experiência de uma vida! Top cinco da vida, como diz o Thales. Só indo para ter a sensação. Experiência inigualável!

A arquitetura é esplêndida. Pela fachada já dá para imaginar que a coisa é boa, mas entrando no lobby não se resta mais dúvida do quão belo e prazeroso deve ser se refrescar, ou se esquentar, nas águas sulfurosas.

Termas Szechenyi de Budapeste

Termas Szechenyi de Budapeste

Existem dois locais onde é possível ter a experiências dos banhos: as termas no Hotel Gellért onde os banhos são divididos em ala masculina e feminina. Esse é o lugar mais turístico e indicado nos guias de viagem. Claro que não fomos, queríamos poder fazer essa experiências juntos e o banho sendo separado até seria legal, se não soubéssemos que existia outra opção.

O Thales havia estado em Budapeste em 2010 e o atendente do hostel indicou as Termas Szechenyi, lugar onde os moradores da cidade frequentam. Claro que tem turista, mas como esse lugar pelo que pude perceber é indicado meio boca a boca, porque nos dois guias que levei não havia nenhuma citação sobre, a atração fica muito melhor. E outra coisa, o banho é misto.

Chegamos nas termas depois do almoço e tinha um cara na porta dizendo que estava cheio e que não daria para entrar. Ok, pedimos apenas para entrar no lobby para tirar umas fotos. Entramos e ficamos apreciando o lugar; vi o guichê aberto mas até aí nem liguei. Passado poucos minutos vi algumas pessoas comprando o ingresso e entrando, falei para o Thales e ele perguntou no guichê: está aberto?

– Atendente: Sim.
– Thales: Posso entrar?
– Atendente: Claro!
– Thales: Mas não está cheio, fechado?
– Atendente: Não! Está vendendo normalmente!

Ele comprou e nisso o cara que estava na porta veio quente! Parou do lado do Thales e quando saímos ele foi meter a boca na moça do guichê!

Bom, entramos e pegamos as cabines para guardar as roupas, deixar as bolsas e tudo mais.

Termas Szechenyi de Budapeste

Termas Szechenyi de Budapeste

Como o Thales já conhecia e havia me falado muito do lugar, fui com muita expectativa e não fui decepcionada. É realmente maravilhoso com várias piscinas dentro e fora. Com água mais quente, morna ou fria. Com turbilhão de ondas em uma, para relaxar em outra, olha, vale muito!

Termas Szechenyi de Budapeste

Termas Szechenyi de Budapeste

Termas Szechenyi de Budapeste

Thales e Fernanda nas Termas Szechenyi

Termas Szechenyi de Budapeste

Não contei, mas tem várias piscinas dentro, cada uma com uma decoração e temperaturas diferentes. O mesmo do lado de fora.

Termas Szechenyi de Budapeste

Termas Szechenyi de Budapeste

Termas Szechenyi de Budapeste

A indicação nas placas de uma das piscinas dizia: temperatura em torno de 37 °C, 38 °C e tempo máximo indicado de 20 minutos, passamos umas quatro horas lá dentro, nós e todo mundo! Ficar relaxando por horas ali naquela água quentinha… é indescritível! E o dia também ajudou, porque não estava quente como nos dias anteriores, estava até um ventinho meio frio.

Termas Szechenyi de Budapeste

A entrada custa mais ou menos uns R$ 50 reais cada um, mas vale cada centavo.

Se quiserem passar o dia nas termas, lá dentro tem um buffet. Não almoçamos porque chegamos no meio da tarde, mas me pareceu ser gostoso.

Depois de horas nas termas jantamos no Star kebab que fica na esquina da rua Károly korút com a rua Dob utca. Delícia! Tem de carne e frango; comi o de carne. Dizem que lembra o churrasco grego vendido em São Paulo, posso garantir que não tem nada a ver, esse churrasco nem chega perto de ser um kebab.

Star kebab em Budapeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *