Vista da janela do avião

A grande e imponente cidade de São Petersburgo

Embarcamos para São Petersburgo às 8h20. Com fuso horário de duas horas a mais da Cracóvia e sete horas do Brasil, chegamos 14h40 no horário local.

Fomos pedir informação no aeroporto para saber qual o melhor caminho para o hotel e nos disseram que daria para ir a pé porque não estávamos muito longe, mas adivinham? Era melhor ter confiado no mapa do Thales mesmo, porque andamos, digamos, um pouco a mais do que o esperado. Achava que São Petersburgo seria uma cidade pequena, mas me surpreendi. É uma grande cidade, com ruas largas, avenidas grandes, praças, tudo enorme e imponente.

São Petersburgo

São Petersburgo

Quando finalmente conseguimos chegar ao Prestige Hotel Center, ainda demoramos mais um tanto para preencher o cadastro (interessante ver nossos nomes escritos em alfabeto cirílico), deixar a mala etc. Conseguimos sair às 17h para andar um pouco pelas redondezas.

Nosso hotel ficava bem perto do Museu Hermitage. Não víamos a hora de poder conhecer!

Como a cidade de São Petersburgo tem latitude mais alta do que as outras que visitamos (está na mesma linha do começo do Alasca!), começava anoitecer às 10h da noite, de modos que conseguimos dar uma volta pelo quarteirão para nos situarmos e começarmos a sentir o clima russo.

Jantamos bem perto do hotel e fomos descansar, porque ainda tínhamos sete dias de viagem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *